MotoGP 2020: Circuito do Texas reasfaltado apos queixas dos pilotos

O ano passado, as críticas à irregularidade da superfície do COTA – o Circuit of the Americas, o traçado do Texas que recebe a MotoGP no continente Norte Americano – foram quase universais… mais dos homens da MotoGP, pois estes atingem as maiores velocidades, e logo, ficam mais expostos aos solavancos do circuito.

De facto, a condição poderá ter sido material em contribuir para a única queda em corrida de Marc Márquez em 2019, que lhe custou a vitória e deu a Alex Rins a oportunidade de vencer em MotoGP.

Agora, e considerando que este é um de apenas 4 circuitos no Mundial que também recebem a Formula 1 (os outros são o Red Bull Ring, Silverstone e Barcelona) e que portanto estão sob constante escrutínio não só da FIM mas também da FIA, o traçado está a ser sujeito a obras de melhoramento. O próprio Silverstone também foi completamente refeito depois do fiasco de 2018, que obrigou ao cancelamento da corrida e o mesmo está a ser feito no COTA com uma nova camada de alcatrão aplicada em todo o perímetro de 5.513 m…

Mas já há quem diga que só isso não irá resolver os problemas pois a irregularidade da superfície vem da ineficaz drenagem subterrânea, que não será resolvida simplesmente com um reasfaltamento… a ver vamos!