Sertoes, Programação e o roteiro completo

Programação e o roteiro completo do Sertões 2019*:

26/8 – Segunda-feira
2ª etapa – Costa Rica (MS) a Barra do Garças (MT)
Deslocamento inicial – 90 km Especial (Cronometrado) – 533 km
Deslocamento final – 21 km Total do dia – 644 km

No segundo dia, a caravana do Sertões entra no estado do Mato Grosso, com uma especial bastante longa, com trechos de serra, areia, cascalho, travessia de rios e retas, nas quais será possível alcançar uma velocidade de 180 km/h. Lombas de curva de nível caracterizarão bem os 200 primeiros quilômetros da etapa. Daí para frente o ritmo de prova mudará e terá zonas de radar nas áreas de pontes.

27/8 – Terça-feira
3ª etapa – Barra do Garças (MT) a São Miguel do Araguaia (GO)
Deslocamento inicial – 111 km Especial (Cronometrado) – 403 km
Deslocamento final – 250 km Total do dia – 764 km

A especial começará rápida e terá como marca principal as depressões de poças secas (DEPS), obstáculos durante a pilotagem. O trajeto, que tem como destino final o Estado de Goiás, incluirá algumas pontes, com vão central, que exigirão cuidados nas passagens e atenção na navegação. Grandes retas também estarão no caminho nesse terceiro dia de competição.

28/8 – Quarta-feira
4ª etapa – São Miguel do Araguaia (GO) a Porto Nacional (TO)
Deslocamento inicial – 69 km| Especial (Cronometrado) – 275 km
Deslocamento final – 226 km Total do dia – 570 km

O quarto dia entrará no Tocantins e será de preparação para a etapa Maratona, na qual os competidores não poderão ter ajuda da equipe na manutenção dos veículos. Será uma especial do início ao fim bem prazerosa, com cascalho, piçarras, gostosa de acelerar e bem técnica. O percurso incluirá estradas de fazendas, algumas mais estreitas, mas sem grandes dificuldades.

29/8 – Quinta-feira
5ª etapa – Porto Nacional (TO) a São Félix do Tocantins (TO) – Maratona
Deslocamento inicial – 142 km Especial (Cronometrado) – 330 km
Deslocamento final – 3 km Total do dia – 475 km

A primeira parte da etapa Maratona será com um visual bem bonito do Jalapão, região marcante na história do Sertões. Porém, o desafio estará no piso de muita “quebradeira”, com erosões e pedras, mais abrasivo do que nos dias anteriores. Haverá passagens em rios, grandes retas com areia pesada e terra batida. A atenção deverá estar na mudança de cores no piso e também na hidratação.

30/8 – Sexta-feira
6ª etapa – São Félix do Tocantins (TO) a Bom Jesus (PI) – Maratona
Deslocamento inicial – 0 km Especial (Cronometrado) – 535 km
Deslocamento final – 2 km Total do dia – 537 km

O dia da última parte da etapa Maratona ficará marcado pela maior especial da história do Sertões, em 27 anos. Será o trecho mais importante da edição, com muita areia, grandes retas, poucas sombras, descidas de serras, bem árido, com todos os tipos de pisos. Destaque para a paisagem durante a passagem pelos cânions de Bom Jesus, no Piauí.

31/8 – Sábado
7ª etapa – Bom Jesus (PI) a Crateús (CE)
Deslocamento inicial – 2 km Especial (Cronometrado) – 325 km
Deslocamento final – 628 km Total do dia – 955 km

Depois de seis dias muito intensos nas especiais, o Sertões 2019 começará a diminuir forte o ritmo nos trechos cronometrados. Porém, será a etapa mais longa da edição em quilometragem, com um deslocamento final de 617 km – um desafio extra para todos os pilotos, que terão que controlar o sono e o cansaço antes da chegada no penúltimo destino, em Crateús (CE).

1/9 – Domingo
8ª etapa – Crateús (CE) – Aquiraz (CE)
Deslocamento inicial – 428 km Especial (Cronometrado) – 18 km
Deslocamento final – 6 km Total do dia – 452 km

O dia iniciará com um deslocamento direto para a especial de 30 km nas dunas de Aquiraz (CE). Será um circuito de 10 km, com três voltas nas areias, uma dinâmica bem diferente das demais especiais. A largada será em linha e a chegada, no Beach Park, famoso parque aquático da região.

Total de especiais – 2.858 km
Total da prova – 4.887 km

*As informações são fornecidas pela organização do evento e estão sujeitas a alterações.