Brasileiro de Enduro, Calafati é destaque em Minas Gerais

Brasileiro de Enduro, Calafati é destaque em Minas Gerais

O Campeonato Brasileiro de Enduro desembarcou pela primeira vez em Belo Vale, Minas Gerais, para realização da quinta e da sexta etapas do calendário 2022. Marcada pelos visuais das montanhas da região e forte presença do público, a prova trouxe dois dias de disputas em percurso de alto nível técnico e foi encerrada neste domingo (22/5), com vitória na geral do paulista Vinicius Calafati. O piloto da equipe Honda Racing também foi o mais rápido da E1, ampliando a liderança nas tabelas de classificação.
O percurso das etapas teve cerca de 55 quilômetros, incluindo três especiais (trechos cronometrados): Cross Teste TM/Dica, Extreme Teste KTM e Enduro Teste Honda. Os competidores completaram três voltas no primeiro dia e mais três no segundo, contando a de reconhecimento do trajeto. O circuito foi escolhido a dedo pela organização local, comandada pelos pilotos Aloizio de Assis Filho “Loló” e Fernando Pereira “Juruna”, como explica o promotor do Campeonato Brasileiro de Enduro, Maurício Brandão.

“O pessoal vinha com a experiência de organizar por dois anos eventos do Campeonato Mineiro da modalidade. A equipe da organização local mostrou muito esforço, trabalho e comprometimento, entregando uma prova com especiais perfeitas, deslocamentos bem montados e ótima logística. O Loló e o Juruna usaram as suas experiências como pilotos para fazer isso”, avalia Brandão.
Para ele, os objetivos foram plenamente atingidos. “A prova teve como cenário as montanhas de Minas e foi um verdadeiro sucesso. Entrou com o ‘pé direito’ no nosso calendário e cumpriu a missão de forma exemplar”, conclui Brandão.
As próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro 2022 serão realizadas em Aracruz (ES), nos dias 10, 11 e 12 de junho.
Confira o que disse a maioria dos vencedores da prova de Belo Vale (MG):

Vinícius Calafati (equipe Honda Racing, vencedor geral e da categoria E1) – “Foi um ótimo final de semana em Belo Vale. A organização da prova está de parabéns com a estreia do Brasileiro aqui. As especiais estavam muito boas e o Extreme Teste, bem difícil, mesclado com trecho de motocross. A especial da Honda era mais aberta, muito legal. Gostei demais da prova e consegui uma boa performance nos dois dias. Estou feliz com o resultado, em manter o number plate dourado para a equipe Honda Racing e para mim”.
Patrik Capila (equipe MXF, vencedor da categoria E2) – “Tive contratempos no sábado e no domingo, foi bem disputado e consegui vencer o segundo dia. Está todo mundo muito bem preparado, todas as equipes estão trabalhando muito bem. Agora vou para a próxima prova, no Espírito Santo, que é a minha casa”.
Crispy Arriegada (equipe KTM, vencedor da categoria E3) – “Fiquei em primeiro na E3 e em quinto na geral nos dois dias de prova. Achei muito bom o terreno, estava um pouco quente, e gostei bastante das especiais, que ficaram esburacadas no final. Vou treinar para a próxima etapa que tem mais. Obrigado aos meus patrocinadores e a todos que me acompanham”.
Luciano Rocha (equipe IMS Enduro Racing Team, vencedor da EJ) – “Estou muito contente com a vitória e por ter somado pontos importantes no campeonato. Fiquei satisfeito com a minha pilotagem porque o tipo de prova exigiu bastante de todos os competidores e dos equipamentos também. Vou intensificar os treinos para a próxima etapa em Aracruz (ES), em breve estarei lá para acelerar forte”.
Alexandre Valadares (equipe Honda Racing, vencedor da E4) – “Gostei mais do segundo dia de prova, fiz uma corrida muito boa e fui o mais rápido em quase todas as especiais da categoria, chegando a fazer o terceiro tempo da geral em alguns trechos. Foi muito bom, quero agradecer a equipe Honda Racing, que sempre me proporciona o melhor”.
Felipe Carllete (equipe Team Carlette, vencedor da EIntermediária) – “Tive um bom resultado e finalizei em primeiro lugar nos dois dias de disputas. O desempenho dos pneus Kenda ajudou muito na prova”.
André Luiz Dalsasso (equipe KTM Sportbay, vencedor da E35) – “A prova foi excelente, para todos os gostos. Tinha trechos de alta velocidade, pontos muito técnicos e fiquei muito contente por fazer uma boa prova nos dois dias. A disputa da categoria foi por segundos. Parabéns a todos pela prova”.
José Monteiro (equipe Raposão Racing, vencedor da E40) – “Encerrei mais uma prova e as especiais foram fantásticas, toda equipe da organização está de parabéns. Foi uma prova muito técnica. Cometi um erro grave no primeiro dia que me custou a primeira colocação, porém neste domingo tive uma prova tranquila e puxada ao mesmo tempo. Venci e continuo na liderança, agora vou seguir para Aracruz (ES).”
Frederico Bicalho (equipe Q4, vencedor da E45) – “Felizmente consegui a vitória na prova de Belo Vale. Fiz o primeiro lugar no sábado e foi mais duro ainda no domingo, quando fiquei em segundo, mas deu o primeiro lugar no pódio. É muita alegria vencer a prova mais próxima da minha casa, ainda mais com os amigos da nossa equipe organizando as etapas”.
Márcio Rogério do Nascimento “Joanita” (equipe Mattos Racing, vencedor da E50) – “Consegui ganhar os dois dias de prova, fui primeiro em todas as especiais da minha categoria. A prova estava muito divertida, bem sinalizada e bastante organizada. As especiais foram técnicas e exigiram muito dos pilotos. Evitei cometer erros e mantive um ritmo comedido para não cair. No final, deu tudo certo e consegui manter a liderança do campeonato”.

Manuel Simas (vencedor da E55) – “Não há o que reclamar da prova. O lugar é fantástico, tanto o local do padock quanto da prova em si. As especiais foram técnicas e muito boas, com visual de encantar nos deslocamentos. A cidade é bastante hospitaleira e houve uma grande festa no final”.
Larissa Lelis (equipe Made In Brasil, vencedora da EF) – “As especiais estavam muito divertidas e eu gostei bastante porque a prova foi próxima de casa, eu moro pertinho daqui. Tive alguns problemas no segundo dia, mas como ganhei no sábado consegui o primeiro lugar. Estou muito feliz que a vitória veio”.
César Boaventura (equipe IMS, vencedor da EAmador Importada) – “Quero agradecer primeiro a Deus, a minha família e a equipe IMS, que me deu uma oportunidade de fazer parte do time. Estou muito feliz de ter participado dessa prova e conseguido a primeira colocação. Foi uma prova bem legal e muito técnica, todo o pessoal da organização está de parabéns”.
O Brasileiro de Enduro 2022 é patrocinado por Honda, TM Racing e KTM. O campeonato conta com o apoio de Borilli, Mattos Racing, Biker, IMS Racing, Motorex, Dica, Edgers, Race Tech, Sig Visual, BMS Racing, MR Pro Braces, Parts 57, Expocaccer, HSS, America Sports, Soul MX Trilha, Bomba Racing, Motofire, MCorse, Bamba Racing, Jarva Racing e Tribo Motos. A prova de Belo Vale teve o apoio da Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Cultura, Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e Sherco.

Resultados da prova

Geral
1º – Vinicius Calafati – 50 pontos
2º – Patrik Capila – 42 pontos
3º – Rômulo Bottrel – 40 pontos

E1
1º – Vinicius Calafati – 50 pontos
2º – Lolo Anton – 44 pontos
3º – Luciano Henrique Vasconcelos – 40 pontos

E2
1º – Patrik Capila – 47 pontos
2º – Rômulo Bottrel – 47 pontos
3º – Vitor Borges Garcia – 40 pontos

E3
1º – Crispy Arriegada – 50 pontos
2º – Bruno Martins – 44 pontos
3º – Nicolás Rodriguez – 40 pontos

EJ
1º – Luciano Drumond Rocha – 47 pontos
2º – Joaquim Antonio de Oliveira Neto – 47 pontos
3º – Jean Zandonadi – 40 pontos

E4
1º – Alexandre Valadares – 50 pontos
2º – Leoncio Krüger – 44 pontos
3º – João Pedro Basílio – 40 pontos

EIntermediária
1º – Felipe Carllete – 50 pontos
2º – Maurício Quadros – 42 pontos
3º – João Pedro Martini – 42 pontos

E35
1º – André Luiz Dalsasso – 50 pontos
2º – Felipe Legarrea – 44 pontos
3º – Paulo Vinícius Amorim – 40 pontos

E40
1º – José Monteiro – 47 pontos
2º – Nielsen Bueno – 45 pontos
3º – Claudiney Couto – 42 pontos

E45
1º – Frederico Bicalho – 47 pontos
2º – Luciano de Menezes – 45 pontos
3º – Willian Menezes – 42 pontos

E50
1º – Márcio Rogério do Nascimento “Joanita” – 50 pontos
2º – Júlio César Pereira – 44 pontos
3º – José Antônio Cadima – 38 pontos

E55
1º – Manuel Simas – 50 pontos
2º – Aloysio Magalhães Júnior – 22 pontos
3º – Valvissir Antônio Aguilar – 20 pontos

EF
1º – Larissa Lelis – 25 pontos
2º – Gabriela de Azevedo – 22 pontos

EAmador Nacional
1º – Otávio Chicaroni – 50 pontos
2º – Jean Izaias – 44 pontos
3º – Gabriel Rezende – 38 pontos

EAmador Importada
1º – César Boaventura – 50 pontos
2º – Renan Ribeiro – 42 pontos
3º – Allisson Pinto – 42 pontos

Classificação geral

Geral
1º – Vinicius Calafati – 142 pontos
2º – Patrik Capila – 124 pontos
3º – Rômulo Bottrel – 116 pontos

E1
1º – Vinicius Calafati – 144 pontos
2º – Gian Taffarel – 99 pontos
3º – Luciano Vasconcelos – 76 pontos

E2
1º – Patrik Capila – 142 pontos
2º – Rômulo Bottrel – 135 pontos
3º – Vitor Borges Garcia – 125 pontos

E3
1º – Crispy Arriegada – 142 pontos
2º – Bruno Martins – 135 pontos
2º – Felipe Cantú – 109 pontos

EJ
1º – Luciano Drumond Rocha – 144 pontos
2º – Joaquim Antônio de Oliveira Neto – 125 pontos
3º – Jean Zandonadi – 120 pontos

E4
1º – Alexandre Valadares – 142 pontos
2º – Leoncio Krüger – 134 pontos
3º – Flávio Volpi – 100 pontos

EIntermediária
1º – Felipe Carllete – 138 pontos
2º – Maurício Quadros – 132 pontos
3º – João Pedro Martini – 128 pontos

E35
1º – André Luiz Dalsasso – 142 pontos
2º – Felipe Legarrea – 141 pontos
3º – Valter Gonçalves Junior – 104 pontos

E40
1º – José Monteiro – 144 pontos
2º – Nielsen Bueno – 126 pontos
3º – Claudiney Couto – 116 pontos

E45
1º – William Menezes – 128 pontos
2º – Luciano de Menezes – 122 pontos
3º – Frederico Bicalho – 84 pontos

E50
1º – Márcio Rogério do Nascimento “Joanita” – 142 pontos
2º – Júlio César Pereira – 135 pontos
3º – José Antônio Cadima – 69 pontos

E55
1º – Manuel Simas – 150 pontos
2º – Aloysio Magalhães Júnior – 22 pontos
3º – Valvissir Antônio Aguilar – 20 pontos

EF
1º – Larissa Lelis – 113 pontos
2º – Bárbara Neves – 100 pontos
3º – Raiane Teixeira da Silva Kusma – 38 pontos

EAmador Nacional
1º – Jean Izaias – 94 pontos
2º – Paulo Israel – 92 pontos
3º – Otávio Chicaroni – 77 pontos

EAmador Importada
1º – César Vinicius Costa Boaventura – 147 pontos
2º – Allison Pinto – 115 pontos
3º – Renan Ribeiro – 60 pontos

Youth
1º – Danilo Sfalsim – 42 pontos
2º – Frederico Mediote Rangel – 42 pontos
3º – Marcelo Barroso Filho – 50 pontos

Infantil
1º – João Pedro Grulli – 97 pontos
2º – Henrique Carlesso – 47 pontos
3º – Joaquim Xavier Legarrea – 44 pontos

Cadete
1º – Pedro Henrique Splindler – 92 pontos
2º – Leandro Carlesso – 50 pontos
3º – Mateus – 44 pontos

Juvenil
1º – Estevão Rangel – 100 pontos
2º – Gabriel Konz – 84 pontos
3º – Murilo Oliveira Cruz – 84 pontos

Feminina (Kids)
1º – Gabriela Azevedo – 97 pontos
2º – Kamile Martins – 91 pontos
3º – Lara – 40 pontos

motoraid