BRMX 3a. etapa, Fagundes Varela (RS)

BRMX 3a. etapa, Fagundes Varela (RS)

A cidade de Fagundes Varela, na serra gaúcha, recebe a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2021. O local, que já foi palco da decisão da temporada 2018, volta a receber as feras da modalidade neste fim de semana (2 e 3/10). A prova do Brasileiro de Motocross será em etapa única, diferente de Faxinal (PR), onde foram realizadas as duas primeiras rodadas. A programação conta com treinos livres e classificatórios para as principais categorias no sábado (2/10). Já no domingo (3/10) haverá as corridas.

As equipes Honda e Yamaha já divulgaram suas notas sobre a prova, confira:

Honda – A equipe Honda Racing está pronta para acelerar em Fagundes Varela, na serra gaúcha, pela terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2021. O local, que já foi palco da decisão da temporada 2018, volta a receber as feras da modalidade neste fim de semana (2 e 3/10). Hector Assunção, Jetro Salazar, Leonardo Souza e Henrique Henicka serão os representantes do time vermelho.

A prova do Brasileiro de Motocross será em etapa única, diferente de Faxinal (PR), onde foram realizadas as duas primeiras rodadas. A programação conta com treinos livres e classificatórios para as principais categorias no sábado (2/10). Já no domingo (3/10) haverá as corridas.

A equipe Honda Racing chega embalada por resultados positivos. Os mais recentes foram obtidos no último sábado (25/9), em Caraguatatuba (SP), na abertura do Arena Cross – como a vitória de Hector Assunção na primeira bateria da classe Pró. No Brasileiro de Motocross, o paulista integra o gate da MX1.

“Já vamos chegar na etapa com ritmo de corrida. Isso é muito bom. Perdemos pontos importantes por conta de uma penalização em Faxinal, mas isso nos deu mais força e garra para nos recuperar e estamos focados na vitória”, destaca o hexacampeão brasileiro de motocross. Assunção acelera a motocicleta CRF 450R e está em quarto lugar na classificação da MX1, com 71 pontos.

Ansioso por mais uma etapa, Jetro Salazar ressalta a correria da semana. “Não tivemos muito tempo para descansar, mas é assim que a gente gosta. Sabíamos que os últimos meses do ano seriam nesse ritmo. Então, está dentro do esperado. O objetivo é ganhar tudo daqui até o final do ano. Com a penalização da última corrida, não tem como contar com o jogo de pontos, precisamos vencer. O clima em Fagundes Varela promete um pouco de frio e chuva. Estamos nos preparando para nada disso afetar nossa performance”, diz o bicampeão brasileiro de motocross nas categorias MX1 e Elite MX. O equatoriano é quinto colocado na classificação da MX1, com 70 pontos.

Para Leonardo Souza, piloto da categoria MX2, a expectativa é muito boa. “Estou bem preparado para esta etapa e acredito que vamos ter uma ótima corrida. A semana tem sido muito intensa, com a volta para casa do Arena Cross, treinos e mais uma viagem pela frente. A pista de lá é muito legal, com subidas e descidas. Consegui andar bem da última fez e quero repetir o resultado”, lembra o catarinense, que utiliza a moto Honda CRF 250R. Ele está na quarta colocação no ranking na disputa pelo título da classe, com 71 pontos.

Henrique Henicka também é familiarizado com o circuito. “Já andei nessa pista diversas vezes, porque é perto da minha cidade. Espero fazer boas largadas e, consequentemente, boas corridas”, conta o gaúcho de Lajeado, que está em sua primeira temporada na equipe Honda Racing, na classe MX2. No campeonato, ele é o sétimo na categoria, com 52 pontos.
O esquadrão vermelho ainda será representado em Fagundes Varela pela equipe satélite Honda Circuit FK Racing, com os pilotos Gustavo Pessoa (MX1), Gabe Gutierres (MX2), Otavio Pedro (MX2JR) e Mateus Oliveira (MX2JR).
A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, DID, Zeta e Seguros Honda.

Yamaha – A equipe Yamaha Monster Energy Geração chega com Fábio Santos na liderança da classe principal, a MX1, e Carlos Campano ocupando a segunda colocação.

Tricampeão Brasileiro de Motocross na categoria MX2 (2016/2018/2019), Fábio Santos subiu no ano passado para a MX1. Este ano, com duas rodadas realizadas, já é considerado um dos favoritos ao título da competição e lidera a classificação com 11 pontos de vantagem na tabela.

Na vice-liderança da competição, o pentacampeão brasileiro Carlos Campano também é um dos favoritos. A pista de Fagundes Varela traz boas lembranças para o espanhol, que conquistou o penta exatamente ali, em 2018.

Atual Campeão Brasileiro, Paulo Alberto também está na disputa, apesar de estar se recuperando de uma lesão. Nas etapas de abertura, marcou importantes pontos e, com muita experiência e velocidade, tem tudo para virar o jogo e conquistar bons resultados.

Vencedor da etapa de abertura do Arena Cross, no final de semana que passou, Pepê Bueno chega com moral para lutar pela vitória na MX2. O paranaense ocupa a segunda colocação na classificação após as duas primeiras rodadas e quatro baterias disputadas.

Também disputam a terceira etapa os pilotos Vitor Borba e Maiara Basso. Além da categoria MX2JR, Borba também vai correr na MX2, visando ganhar mais experiência e ritmo. Sem a categoria MXF nesta rodada, Maiara Basso acelera na categoria MX3, categoria para homens com mais de 35 anos e mulheres acima dos 18 anos.

A Yamaha Monster Energy Geração tem patrocínio da Monster Energy, Grupo Geração, IMS Race Wear, Yamalube, Yamaha Consórcio, Polisport, Júpiter Baterias, Pirelli, Durag, Moto Style Graphics, Vedamotors, GET, DID, Foco Racing, Diafrag e CMB.

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO
Duas etapas realizadas (quatro baterias)

Categoria MX1
1º) Fábio Santos – 90 pontos
2º) Carlos Campano – 79 pontos
3º) Gustavo Pessoa – 76 pontos
4º) Hector Assunção – 71 pontos
5º) Jetro Salazar – 70 pontos

Categoria MX2
1º) Lucas Dunka – 100 pontos
2º) Pepê Bueno – 80 pontos
3º) German Bratschi – 75 pontos
4º) Leonardo Souza – 71 pontos
5º) Fred Spagnol – 68 pontos

PROGRAMAÇÃO

Sábado, 02/10/2021
15:40 – Categoria MX2JR – 20 min. + 2 voltas
16:20 – Categoria 50cc – 15 min. + 2 voltas
16:50 – Categoria MX5 – 15 min. + 2 voltas
17:20 – Categoria 65cc- 15 min. + 2 voltas

Domingo, 03/10/2020
10h00 – Categoria MX4 – 15 min. + 2 voltas
10h30 – Categoria MXJR – 20 min. + 2 voltas (Etapa Faxinal)
12h00 – Categoria MX2 – 30 min. + 2 voltas
13h00 – Categoria MX1 – 30 min. + 2 voltas
13h50 – Categoria MXJR – 20 min. + 2 voltas
14h30 – Categoria MX3 – 20 min. + 2 voltas

motoraid